• Matthew Shirts

Você sabia? Pegada de carbono

Por Matthew Shirts :: Ilustrações Marcos de Lima Júnior

Agora em 2020 já é conhecido o conceito de "pegada de carbono". Significa o quanto de CO2 você, ou uma empresa, emite de gases de efeito estufa. Por exemplo, um vôo de São Paulo para Londres joga na atmosfera cerca de uma tonelada de CO2 por passageiro. É o mesmo que andar de carro ao longo de um ano. Medir as emissões é hoje uma medida básica para o combate ao aquecimento global. Permite saber de onde vem a parte do leão dos gases de efeito estufa, fazer compensações e, ao menos em tese, taxar ou proibir atividades muito poluidoras. Várias organizações ambientalistas oferecem calculadoras online para você medir suas próprias emissões, como iniciativaverde.org.br, Conservation International, The Nature Conservancy e muitos outras. Mas a verdadeira história da "pegada de carbona" existir - e ser veiculada - não só é desconhecida como oculta interesses impensáveis. Veja só:

1. Pegada "Made in Oil" Mas o que poucos sabem é que o conceito de "carbon footprint" foi popularizado por uma grande empresa de petróleo, a British Petroleum, a sexta maior emissora de gases de efeito estufa no mundo (hoje).


2. Sacada de marketing e relações públicas Em 2004 a BP lançou uma campanha em mídia impressa debaixo de uma manchete espalhafatosa com a chamada: "What on earth is a carbon footprint?" (Que diacho é uma pegada de carbono?). A campanha publicitária explica o conceito e leva o leitor para a calculadora online da empresa, uma novidade na época.


3. De quem é a culpa? Pode parecer surpreendente que uma das maiores emissoras do mundo estimulasse o cálculo de gases de efeito estufa. Mas a ideia era precisamente a de espalhar a culpa pelo aquecimento global entre todos, inclusive e talvez sobretudo o(a) indivíduo(a).


4. Um lado sofre com as emissões, outro lucra. Isto não significa que você deve deixar de calcular, reduzir ou compensar suas próprias emissões. Nada disso. Significa apenas que não devemos nos esquecer quem lucra com a emissão de carbono e quais são as grandes fontes de emissão (carvão, petróleo, desmatamento e pecuária, mais ou menos nesta ordem).


Fervura:
Versão
Beta

fervura_baixa03.jpg

Notícias quentes da frente climática